Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

© sem papas na língua

neste blogue digo o que fica por dizer nos outros lugares.

© sem papas na língua

neste blogue digo o que fica por dizer nos outros lugares.

09.02.21

veio sonolento e enroscou-se pelas estantes e dentro do roupeiro

Ana de Deus

na minha casa há um quarto onde dorme o vento. uiva de dia e de noite, pelas frinchas da janela, por baixo da porta. é um quarto de enregelar. mas eu adoro este vento. há uns anos, veio sonolento e enroscou-se pelas estantes e dentro do roupeiro. é um ocupa que não esvazia o frigorífico. só tem o hábito de tomar longos banhos de imersão. nestes dias, a casa de banho é tão fria que dá vontade de ter uma mantinha para quando se está sentada na sanita.

16 comentários

comentar post